27 setembro 2014

Resenha: Se eu ficar, Gayle Forman.



Livro: Se eu ficar.
Autor: Gayle Forman.
Editora: Novo Conceito
Páginas: 193.

"A última coisa que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais - mas não sente nada. Tudo que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... E o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente - e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas."


Atenção: essa resenha pode conter spoilers.

Gente do céu, juro para vocês que já li livros emocionantes e livros que nos fazem chorar e continuar com aquele sentimento de perda. Mas esse livro em especial, me fez sentir assim até agora, e olha que já faz mais de um mês que o li. 
O livro é cativante, inesperado, mágico. 

Nos contado a história de uma garota de dezessete anos, a obra nos leva a momentos distintos. Mesclando tristeza com felicidade, amor com ódio, vida ou morte.
Mia, a personagem principal era uma garota simples como muitas outras que vemos todos os dias: não era popular, não era a melhor da classe e nem a mais bonita. Porém, nada disso importava para ela. Ela tinha sua família, que era a coisa mais importante do mundo para ela. E claro, tinha Adam.
Adam, um garoto incomum, mas o que os unia era o amor pela música. Adam, tocava guitarra. Mia, a grande violoncelista que logo iria para Julliard. E era aí que começava um dos medos de Mia: abandonar Adam, ir para longe dele. 
Mas, acima de todas as preocupações de Mia, ocorreu o inesperado. Em uma manhã de inverno, as escolas estavam fechadas e ninguém iria trabalhar. Seus pais decidiram fazer um passeio e visitariam pessoas que amam. Mas o destino foi traiçoeiro com essa família que tanto se amava. Um caminhão atingiu em cheio o carro de seus pais, que morreram na hora. E por mais incrível que pareça, ela conseguia ver tudo de fora (seu espírito). Ela conseguiu ver seus pais mortos, seu irmão Teddy de apenas 8 anos no chão e seu próprio corpo, intacto. Ela não conseguia entender.
Ela viu toda a luta dos médicos para com sua vida, viu seu próprio corpo cheio de curativos, seringas, marcas de cirurgia. Ela estava pronta para desmoronar. 
Foi aí que eles chegaram. Seus parentes, amigos e Adam.
Ela conseguiu ver tudo desse jeito, decidir seu destino.

Se vocês procuram por um livro que transmite todo o amor do mundo, leiam esse livro. Tenho certeza que vão se apaixonar.
Ah! E já tem o filme no cinema! 


MELHOR PARTE.
"- Tudo bem. Se você quiser partir diz ele. Todos nós queremos que você fique. Eu quero que você fique mais do que já desejei qualquer outra coisa na minha vida. De tão emocionado, vovô diz isso com a voz embargada. Ele faz uma pausa, pigarreia, respira fundo e continua: - Mas esta é a minha vontade e vejo que talvez possa não ser a sua. Então, eu só queria dizer que entendo se você decidir partir. Tudo bem se tiver de nos deixar. Tudo bem se você decidir parar de lutar."



Espero que vocês tenham gostado!
Beijos!

2 comentários:

  1. esse livro parece ser mt fofo, ainda não li meu exemplar,mas assim que der vou dar uma conferida.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei mais do filme do que do livro, isso eu falo, mas ele não deixa de ser fofo.

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada pela visita e pelo comentário.
Peço que para comentar, leiam o post e comentem sobre o assunto, afinal, esse blog foi feito para vocês.
Qualquer dúvida, entre na aba contato e mande um e-mail ou deixe um comentário.
NÃO será permitido comentários maldosos e grosseiros, já que estou aqui com a melhor intenção possível.

Fiquem a vontade para sugestões e críticas construtivas.
Abraço!