11 outubro 2014

Li até a página 100: Charlotte Street, Danny Wallace.

Charlotte Street, Danny Wallace. 
PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
[...] Nós voltamos ao Den, próximos à locadora de vans, melancólicos. (...)
DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Tudo começa quando Jason Priestley vê uma garota. Eles compartilham um momento incrível e de uma breve possibilidade profunda, em algum lugar na Charlotte Street. Mas, ela se foi. E se quer deixou seu telefone, não disse seu nome nem nada. A única que Jason tinha era uma pequena câmera fotográfica descartável que ela deixou cair. E agora, Jason, um ex-professor, escritor e que havia terminado seu relacionamento, tem um dilema em suas mãos. O que fazer? Procurar a garota? E se ela for a garota certa? Mas ele só possui a câmera, como encontra-lá?
O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Já passei da página 100 e posso dizer que o livro anda meio "lento" com o desenvolvimento das pistas de Jason, muitas coisas acontecem e o deixam muito confuso, mas tenho certeza que o livro acabará de maneira ESPETACULAR! Estou super ansiosa para terminar o livro. É uma caixinha de surpresas.
O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Gosto muito do Jason, mesmo ele sendo totalmente inseguro haha. Toda vez que precisa fazer algo, tem que tomar um empurrão de alguém, se não fica estagnado. Mas, é um homem de um coração enorme, um escritor maravilhoso e ELE SUPER MERECE ENCONTRAR A GAROTA! Se eu fosse ela, lhe daria uma chance :)
MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
"Eu amo Londres. Eu amo tudo aqui. Amo os lugares, os museus, as galerias. Mas também amo a sujeira, a umidade, o mal cheiro. OK, bem, eu não quero dizer AMOR exatamente. Mas não me importo. Não mais."

VAI CONTINUAR LENDO?
Com certeza! Estou super ansiosa para ver como essa história termina!
ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
"- Você está me pedindo para ter um fim de semana perverso na Euro-Disney com você?"
Li até a página 100 e… #1 – A Canção do Súcubo   Georgina Kincaid 1, Richelle Mead

27 setembro 2014

Resenha: Se eu ficar, Gayle Forman.



Livro: Se eu ficar.
Autor: Gayle Forman.
Editora: Novo Conceito
Páginas: 193.

"A última coisa que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais - mas não sente nada. Tudo que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... E o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente - e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas."


Atenção: essa resenha pode conter spoilers.

Gente do céu, juro para vocês que já li livros emocionantes e livros que nos fazem chorar e continuar com aquele sentimento de perda. Mas esse livro em especial, me fez sentir assim até agora, e olha que já faz mais de um mês que o li. 
O livro é cativante, inesperado, mágico. 

Nos contado a história de uma garota de dezessete anos, a obra nos leva a momentos distintos. Mesclando tristeza com felicidade, amor com ódio, vida ou morte.
Mia, a personagem principal era uma garota simples como muitas outras que vemos todos os dias: não era popular, não era a melhor da classe e nem a mais bonita. Porém, nada disso importava para ela. Ela tinha sua família, que era a coisa mais importante do mundo para ela. E claro, tinha Adam.
Adam, um garoto incomum, mas o que os unia era o amor pela música. Adam, tocava guitarra. Mia, a grande violoncelista que logo iria para Julliard. E era aí que começava um dos medos de Mia: abandonar Adam, ir para longe dele. 
Mas, acima de todas as preocupações de Mia, ocorreu o inesperado. Em uma manhã de inverno, as escolas estavam fechadas e ninguém iria trabalhar. Seus pais decidiram fazer um passeio e visitariam pessoas que amam. Mas o destino foi traiçoeiro com essa família que tanto se amava. Um caminhão atingiu em cheio o carro de seus pais, que morreram na hora. E por mais incrível que pareça, ela conseguia ver tudo de fora (seu espírito). Ela conseguiu ver seus pais mortos, seu irmão Teddy de apenas 8 anos no chão e seu próprio corpo, intacto. Ela não conseguia entender.
Ela viu toda a luta dos médicos para com sua vida, viu seu próprio corpo cheio de curativos, seringas, marcas de cirurgia. Ela estava pronta para desmoronar. 
Foi aí que eles chegaram. Seus parentes, amigos e Adam.
Ela conseguiu ver tudo desse jeito, decidir seu destino.

Se vocês procuram por um livro que transmite todo o amor do mundo, leiam esse livro. Tenho certeza que vão se apaixonar.
Ah! E já tem o filme no cinema! 


MELHOR PARTE.
"- Tudo bem. Se você quiser partir diz ele. Todos nós queremos que você fique. Eu quero que você fique mais do que já desejei qualquer outra coisa na minha vida. De tão emocionado, vovô diz isso com a voz embargada. Ele faz uma pausa, pigarreia, respira fundo e continua: - Mas esta é a minha vontade e vejo que talvez possa não ser a sua. Então, eu só queria dizer que entendo se você decidir partir. Tudo bem se tiver de nos deixar. Tudo bem se você decidir parar de lutar."



Espero que vocês tenham gostado!
Beijos!

20 setembro 2014

Minhas compras de agosto.

Olá pessoal!
Como vocês estão? 
Fiquei um tempo sem postar aqui no blog porque fiquei sem tempo nenhum, afinal, fim de ano e vestibulares estão chegando. Mas hoje, bateu uma saudade muito grande de compartilhar minhas experiências com vocês. 
Muita coisa aconteceu nesse meio tempo em que fiquei fora, tenho muitas resenhas e comprinhas para mostrar aqui!

Como a câmera do meu celular não é das melhores, peguei fotos do google para colocar aqui e logo darei um jeito de tirar fotos para vocês! Tenho câmera, mas ela está sem bateria (pois é...)
Espero que gostem!

Marley & Eu, John Grogan.



Charlotte Street, Dany Wallace.


Diários do Vampiro, LJ Smith.



As Flores do Mal, Charles Baudelaire.


Postei uma foto no meu instagram falando sobre os três primeiros livros e a experiência incrível que tive ao comprá-los. 


Comprei esses livros em um sebo e gastei menos de R$30,00 neles! Fiquei super feliz por gastar tão pouco em livros que, pelas minhas contas, não sairiam por menos de R$70,00 se fossem novinhos. E além de comprá-los em um sebo, vieram super conservadinhos. Amei! 
Enfim pessoal, tenho mais comprinhas da Bienal de SP para postar para vocês, semana que vem postarei.

Beijos para vocês! Espero que tenham gostado. Logo mais, teremos resenhas desses livros também!

21 julho 2014

Quotes from books: começando a semana.

Olá pessoal! Bom dia. 
Separei alguns quotes de livros para começar bem a semana. Essa é minha última semana de férias chateada mas farei alguns posts e deixarei tudo programado.
Como vocês podem perceber, ocorreram algumas mudanças no blog (layout, url, etc).
 Aproveitem!

Jéssica Taylor | via Facebook

Facebook

O mundo de Sofia | via Tumblr




16 julho 2014

Resenha: Convergente.


Convergente
Livro: Convergente
Editora: Rocco
Páginas: 526
Autor: Veronica Roth
"A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times."


Atenção: essa resenha pode conter spoilers.

Sinceramente, fiquei boquiaberta com o final do livro. Achei que 3 livros não foram suficientes para a história, que se existissem mais 3, a história seria bem melhor. Mas enfim, quando eu estava lendo a trilogia, tentei me manter o mais longe possível de spoilers... Espero que vocês que ainda não leram se mantenham também hahaha.

Após verem o vídeo que Edith Prior deixou, eles tem certeza que existe algo do outro lado da cerca e que os Divergentes deveriam sair em rumo dela. O caos começou e Evelyn não perdeu tempo em colocar seu poder junto com os sem facções para criar um novo governo. Mas Evelyn tentou evitar; tentou deixar que os Divergentes saíssem em busca do desconhecido.

Então, um grupo foi escolhido para sair fora da cerca: Christina, Uriah, Tori e claro, Tris e Tobias. A partir desse ponto, a história começa a se desenrolar para o que realmente é a trilogia. Os divergentes não fazem ideia do que vem pela frente, do mundo totalmente diferente que os espera. Tris começa a descobrir mais sobre sua mãe e seu passado tentando entender até que ponto aquilo poderia chegar. Já Tobias, entra em conflito consigo mesmo e muitas vezes, perde o controle.

O livro é narrado pelos dois personagens principais, Tris e Tobias. Em cada capítulo, é identificado quem fala e os dois são muito parecidos. Tem sentimentos quase iguais e suas emoções estão a flor da pele. No livro, o romance dos dois evolui e o lado "briguento" dos dois é colocado de lado, dando lugar ao carinho, ternura e paixão. Os dois, apesar da idade, estão bem amadurecidos.

O livro é bem diferente de Insurgente. Não concentra tantas batalhas como os anteriores, mas foca no contexto de como tudo começou. Melhor dizendo, foca no lado científico da história. 
Já falando sobre o final, acho que foi muita coragem da autora fazer o que fez. Afinal, em uma guerra, ninguém sai ileso. 

O livro é ótimo, gostei muito de concluir a trilogia, mesmo sendo um baque enorme.
Não falei toda a história porque esse livro contém MUITO spoiler. Espero que vocês consigam ler e entendam melhor a resenha.


MELHOR PARTE.
"Não devemos acreditar nas coisas só porque melhoram nossa vida. Devemos acreditar nelas porque são verdadeiras." (pg. 259)


Espero que vocês tenham gostado!
Beijos!

05 julho 2014

Top 5 livros que todas as pessoas deveriam ler.

Nome: Contos
Autor: Machado de Assis.
Páginas: 109.
Editora: Paulus.

http://www.martinsfontespaulista.com.br/Imagens/produtos/Ampliada/515686.jpg

Nesse livro, podemos encontrar alguns dos contos mais famosos desse escritor, um marco da literatura brasileira.
Encontramos O Enfermeiro, A causa secreta, A cartomante, Missa do galo, Um apólogo, Teoria do medalhão, O caso da vara e o meu preferido, O alienista.

Machado de Assis está inserido no movimento literário do Realismo (que ocorre de maneira conjunta apenas no Brasil com o Naturismo).

http://123-accion.com/wp-content/uploads/2014/05/Separador-post-p%C3%A1ginas.png

Nome: Dom Quixote.
Autor: Miguel de Cervantes.
Páginas: 136.
Editora: FTD.


Traduzido por Walcyr Carrasco, um grande fã desse conto, o livro trás a história de um fidalgo que de tanto ler histórias sobre cavalaria, quer imitar seus heróis favoritos.
Dom Quixote é acompanhado por Sancho Pança, seu amigo e fiel escudeiro, que tem uma visão mais realista.

O livro foi lançado em 1605, 105 anos depois do descobrimento do Brasil, na Espanha.

http://123-accion.com/wp-content/uploads/2014/05/Separador-post-p%C3%A1ginas.png 

Nome: Memórias Póstumas de Brás Cubas.
Autor: Machado de Assis.
Páginas: 152.
Editora: Moderna.


Mais um clássico de Machado de Assis (leitura obrigatória do ensino médio que não se tornou obrigatória para mim) também está dentro do movimento de realismo. O realismo propõe uma representação mais fiel e objetiva da lei humana. E é bem assim que o livro se coloca, denunciando principalmente a hipocrisia e a corrupção da classe burguesa.
Brás Cubas, filho da elite carioca, é um autor-defunto que deseja escrever sua autobiografia depois de morto. O livro, começa com uma dedicatória, passa pelo capítulo Ao leitor, em que explica o fundamento de seu livro e a partir daí, entra no capítulo Óbito do autor, onde começa sua narrativa.

http://123-accion.com/wp-content/uploads/2014/05/Separador-post-p%C3%A1ginas.png

Nome: Apologia de Sócrates.
Autor: Platão.
Páginas: 56.

http://acasadevidro.files.wordpress.com/2010/07/21474132_4.jpg

Esse livro é muito interessante. Platão escreve sob seu ponto de vista um discurso dado por Sócrates. Sei que nem todo mundo gosta de livros assim (ou mesmo do assunto, por ser meio cansativo) mas é um livro muito bom. Questiona vários pontos de vista que até hoje mantemos.
Nesse livro, Platão defende Sócrates de "corromper a juventude, desacreditar dos Deuses e criar novos deuses".

 http://123-accion.com/wp-content/uploads/2014/05/Separador-post-p%C3%A1ginas.png

Nome: As flores do mal.
Autor: Charles Baudelarie.
Páginas: 191.



 Feito por Charles Baudelaire (um dos "poetas malditos"), um poeta crítico que inventou uma nova forma de escrever, assim criando a poesia moderna. O livro desperta as hostilidades a imprensa (imaginem isso no ano de 1841) e foi julgado como imoral.
O livro cheio de altos e baixos, apresenta celeuma judicial. 
Para se entender melhor o poema do autor, deve-se entender a época em que ele vivia, a Paris de 1841 que apresentava resquícios do velho e do novo. Estava na transição entre passado e futuro.
O livro também apresenta algumas ideias de Sócrates.


E vocês sabiam que todos esses livros podem ser baixados gratuitamente? Os 3 primeiros eu tenho em casa (foram comprados) mas se você acessar o site de Domínio Público, você poderá baixar os livros de Machado de Assis. Já os livros internacionais, procurem em páginas de download que falem do autor. Existem várias pelo google.
Você também pode baixar o aplicativo no seu computador ou celular chamado SARAIVA READER. Leiam esse post do site Catraca Livre.


Voltem sempre!
Beijos.

02 julho 2014

Resenha: A arte de correr na chuva, Garth Stein.

A Arte de Correr na Chuva
Livro: A arte de correr na chuva.
Editora: Ediouro
Páginas: 302
Autor: Garth Stein
"Quando Denny resolve adotar um cão para lhe servir de companhia, percebe imediatamente que o destino lhe enviou um amigo especial. O amigo de Denny - Enzo - estará com ele nos melhores e piores momentos de sua vida, pois sabe que seu dono é um vencedor. Enzo é um cão, um cão com uma alma marcada pelo tempo. Denny é um piloto de grande talento, que encontra nas pistas de corrida sua verdadeira vocação. Mas a vida pode apresentar curvas acentuadas e dificuldades a serem superadas no percurso. Um livro que tem muito a nos ensinar sobre amor, tragédia, redenção. Do jeito que só um cão poderia narrar."


Atenção: essa resenha pode conter spoilers.

Quando li esse livro, percebi que seria um livro recheado de emoção, alegria e muita felicidade. Por um lado, me enganei. Esse livro mostra bastante sofrimento por parte de Denny, dono de Enzo. Mas, o começo do livro é bem clichê, aquela coisa de adoção e tudo mais. Quando Denny adota Enzo, o livro imediatamente se enche de alegria (o que é nas primeiras páginas).

Enzo é um terrier que vive em Seattle com o dono. Denny, por sua vez é um piloto de corrida. Enzo e Denny se tornam amigos inseparáveis, por isso o cachorro acompanha toda a vida do dono. Um belo dia, Denny encontra sua alma gêmea: Eve. E Enzo estava lá no dia em que eles começaram a se conhecer, até o dia que nasce a filha do casal. 
Denny sonha em ser um piloto profissional bem sucedido, por isso o livro tem um enfoque enorme em um nome bem conhecido: Ayrton Senna. Interessante, não é?

Enzo por sua vez, foi criado assistindo a programas educativos (National Geographic) e é muito frustado por não poder conversar com os donos. Ele vê coisas, escuta coisas e se sente totalmente limitado por isso.  Enzo assiste das as corridas de fórmula 1 pela tv e leva a vida normalmente. Até que um dia... Uma fatalidade muda a vida de todos.

Enzo é um cão com alma humana. É crítico e tem a postura de quem sabe o que quer e enxerga os problemas com muita clareza. Além disso, tem uma missão muito especial: Ajudar Denny a superar as tragédias que assolaram sua vida.

Como todo fiel escudeiro, Enzo sofre pela dor dos humanos com os quais convive e com a sua própria, decorrente dos problemas de saúde que foram comprometendo sua integridade fisíca. Apesar de tudo, guarda no íntimo um grande desejo: nascer humano na sua próxima reencarnação.

Depois de todo o sofrimento, toda a dor e mágoas do livro, pude guardar uma mensagem muito significativa: de que os cachorros conseguem entender tudo que acontece ao redor dos donos. Acreditem ou não, esse livro me emocionou mais do que Marley & Eu. 
O que não gostei muito, é que o livro fala muito de fórmula 1 (e eu não entendo nada!) mas fora isso, foi perfeito. Para quem gosta do esporte, o livro fica mais perfeito ainda.

Se você está a procura de um livro emocionante, essa é a minha dica. Minha avaliação não poderia ser menos do que 5 estrelas. Afinal, cachorros estão ligados ao nosso dia-a-dia e tenho certeza de que a maioria de nós, amamos nossos cachorros.

Pude entender um pouco do que meu cachorro pensa (ou eu imagino que pensa) e tudo que ele sente. É um livro que realmente, só poderia ser contado por um cachorro. Uma história de amor fenomenal. 

MELHOR PARTE.
"Uma vez eu vi um filme. Um documentário. Na televisão, que eu costumo assistir bastante. Denny uma vez me disse para não assistir tanto. Eu vi um documentário sobre os cachorros na Mongólia. Dizia que, depois de morrerem, os cachorros voltavam como homens, mas havia outra coisa...
Sinto sua respiração quente em meu pescoço, suas mãos. Ele se inclina sobre mim, embora eu não consiga mais vê-lo; ele se inclina sobre a minha orela.
Os campos são tão amplos que eu poderia correr para sempre em uma direção e depois correr para sempre na outra, de volta. Não há fim para esses campos.
- Está tudo bem, garoto - ele fala suave, delicadamente em minha orelha.
Lembrei! O documentário dizia que, depois que o cachorro morre, sua alma é libertada para o mundo que nos cerca. Sua alma é libertada para correr o mundo, correr pelos campos, aproveitar a terra, o vento, os rios, a chuva, o sol, o...
Quando um cachorro morre, sua alma é libertada para correr até que esteja pronto para renascer. Eu lembro.
- Tudo bem.
Quando eu renascer como homem, vou encontrar Denny..."


Espero que vocês tenham gostado!
Beijos!

30 junho 2014

Resenha: Insurgente, Veronica Roth.


Insurgente

Livro: Insurgente.
Editora: Rocco.
Páginas: 509.
Autor: Veronica Roth.
"Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. "

Uma escolha se torna um sacrifício.
Uma escolha se torna uma perda.
Uma escolha se torna um fardo.
Uma escolha se torna uma batalha.
Uma escolha pode te destruir.



Depois de Divergente, demorei um pouquinho para comprar esse livro e conseguir lê-lo. Mas a leiturafluiu rapidamente (3 dias!) e eu consegui ler esse livro maravilhoso. 
O livro me mostrou uma outra Tris, não aquela Tris que era "feita de pedra" e sim uma menina mais humana, que se importa com o sentimento das outras pessoas, principalmente Tobias. Ela começa a encará-lo como um namorado sério, algo que em Divergente não ficou bem claro. Tem bem mais amor e pegação nesse livro, mas ela também consegue demonstrar que se importa muito com ele, que realmente o ama e tal.
O que também ficou mais claro foi que Tris se arrepende muito de ter matado Will, mesmo sendo por causa da simulação (se ela não o matasse, ele a mataria).

Outra coisa que me chamou bastante a atenção foi a relação dela com Peter. Eles se tornam bem mais próximos, mesmo sendo inimigos MORTAIS. Acabam se ajudando, no fim das contas.

Uma coisa que ficou bem mais clara nesse livro foi como vivem os sem facção. SPOILER! Depois que a mãe de Tobias reaparece com a ideia de tomar o poder junto com os sem facção, as coisas mudam completamente! Eu não achei que o livro pudesse evoluir tanto assim. E as pessoas estão duvidando do que e para que as facções servem. Será que Jeanine é realmente do mal? Será que o pai de Tobias era mesmo do mal?
E a facção amizade, será que vai intervir?

Para quem ainda não leu o livro, não perca seu tempo! Corra e leia. 
Convergente estará fervendo! HAHAHA.

Beijos, voltem sempre. 


29 junho 2014

Li até a página 100: O lado bom da vida, Matthew Quick.

O LADO BOM DA VIDA.
Matthew Quick.
PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
[...] Novamente me pergunto se meu pai vai começar a conversar comigo de noite caso os Eagles ganhem hoje (...)
DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Trata-se de um livro que seu personagem principal é Pat, um ex professor que ficou internado em um hospital psiquiátrico que não se lembra de nada do que aconteceu antes de ir para lá. Agora que saiu, ele vê todos seus amigos e familiares com as vidas mudadas, mas não faz ideia de quanto tempo ficou no "lugar ruim". Tudo que ele pensa é como reconquistar sua ex mulher Nikki e exercitar-se.
O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Estou gostando muito do livro! Não vi o filme até hoje porque antes queria ler o livro. Passei esse livro na frente de vários que eu queria ler. Estou gostando muito da história de Pat, é impossível não se apaixonar por ele e toda sua simplicidade. Também gosto muito dos outros personagens. Não vejo a hora de ver como o livro termina!
O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Pat é um amor! Se ele realmente existisse, queria ter a chance de conhecê-lo. Ele sempre está disposto para ajudar as pessoas, fica nervoso e muitas vezes guarda isso para si. Suas explosões de raiva o deixam completamente chateado (o que eu acho fofo). É um ótimo personagem!
MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
Deitado da minha cama, pego a foto de Nikki e conto tudo sobre o jantar, e como dei uma boa gorjeta para a garçonete e como Tiffany parecia triste e o quanto eu estou ansioso com o fim do tempo separados para que Nikki e eu possamos dividir cereais com passas em algum restaurante e caminhar em meio ao ar gelado do início de Setembro...

VAI CONTINUAR LENDO?
Com certeza, esperei muito para ler esse livro e estou adorando cada minuto dele.
ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
As portas finalmente se fecham e meu nariz quase toca o vidro da janela.
Li até a página 100 e… #1 – A Canção do Súcubo   Georgina Kincaid 1, Richelle Mead

22 junho 2014

Série: The Carrie Diaries.





THE CARRIE DIARIES.

ATORES:

AnnaSophia Rob como Carrie Bradshaw.
Ellen Wong como Jill Thompson (Mouse)
Katie Findlay como Maggie Landers.

Stefania Owen como Dorrit Bradshaw.

Austin Butler como Sebastian Kydd
Freema Agyeman como Larissa Louglihton.
Matt Letscher como Tom Bradshaw.
Chloe Bridges como Donna Ladonna.
Brendan Dooling como Walt Reynolds.
Jake Robinson como Bennet.
Evan Crooks como Miller.

SINOPSE.
A história se passa no ano de 1984 e conta a história de Carrie Bradshaw e seu amor pela cidade de Nova York. Na sua adolescência, Carrie mora com seu pai Tom e sua irmã Dorrit. Sua família perdeu sua mãe a pouco tempo e ainda sofrem com o trauma. Além disso, Carrie tem seus próprios problemas escolares, como a paixão pelo novato Sebastian Kydd, que também não esconde sua paixonite por ela, assim atraindo a atenção de algumas "inimigas". Seus amigos também tem problemas para descobrir seu verdadeiro "eu". Carrie consegue um emprego e vai trabalhar uma vez por semana em um escritório em troca de créditos escolares, mas acaba conhecendo Larissa, que trabalha da Interview Magazine. Depois de descobrir tudo que a grande cidade tem a oferecer, Carrie cria para si uma vida diferente do que leva.



Do que eu mais gostei na série:

Eu gosto de tudo na série. Acho muito o Sebastian MUITO LINDO e combina super a Carrie. Gosto muito da Mouse, achei ela bem parecida comigo!  Gosto também do Walt, um dos melhores amigos de Carrie que a acompanha sempre. Mesmo ele sendo um personagem meio segundo plano, sempre gostei dele, com suas "dúvidas" hahaha. É MUITO FOFO.
Gostei também da irmã da Carrie, porque é super HARDCORE. Sempre tem um assim, né? Além disso, a série fala sobre união, amizade e diferenças. Nada mais clichê, mas gosto de coisas assim.

Do que não  gostei na série:

Quem já assistiu a série, tenho certeza que detestou a Maggie. Eu simplesmente odiei ela! É bem aquelas amigas falsas sabe? Mas no fim de tudo, acho que ela não fez por maldade (acho).
Também não gostei muito da Larissa. Imagina aquela amiga mais velha super PERUA que vive atrás de você? Pois é, não que ela precise de você, ela só quer aproveitar mesmo. :P

Se você gosta de comédia, pode ter certeza que vai adorar essa série. Super indico!
Ela tem 2 temporadas. Vocês vão amar.

Beijos, voltem sempre.

21 junho 2014

Li até a página 100: O segredo meu marido, Liane Moriarty.

 
O Segredo do meu marido.
Liane Moriarty.
PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:
[...] - Pode ser que ele quisesse ver o jogo de críquete na TV - Ponderou Polly.
DO QUE SE TRATA O LIVRO?
Trata-se de um romance que envolve várias pessoas. Uma delas é Cecília Fitzpatrick, que sem querer descobre um envelope com um carta que contém um segredo de seu marido. Todas as pessoas da trama estão envolvidas com esse segredo. 
O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Estou gostando muito do livro! Quando vi a capa, não gostei muito. Imaginei que o segredo seria algo como traição... coisas que romances normalmente abordam. Mas ao ler o livro, percebi que estava enganada TOTALMENTE. Até agora o livro está me surpreendendo bastante. A autora conseguiu encaixar várias personagens dentro de uma mesma história, com capítulos para cada personagem (me lembra muito Morte Súbita).
O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Estou gostando muito de Cecília. Ela é uma mulher forte, mãe e dona de casa, que ama suas filhas acima de tudo. É bem sucedida no emprego, cuida das filhas e faz tudo que pode. Uma verdadeira mãe.
MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:
Então, mudou de ideia, recolocou as xícaras na mesa e, quando Will e Felicity observavam, escolheu com cuidado as duas mais cheias, ergueu-as nas palmas das mãos e, com a mira precisa de um jogador de basquete, jogou café frio direto em suas caras idiotas, sérias e ressentidas.

VAI CONTINUAR LENDO?
Com certeza! Esse livro é um suspense só. Toda vez que eu olho para ele, tenho vontade de ler! É realmente muito bom, não deixa você desgrudar.
ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:
- O quê?
Li até a página 100 e… #1 – A Canção do Súcubo   Georgina Kincaid 1, Richelle Mead

20 junho 2014

Trilha sonora: A culpa é das estrelas.

Olá pessoal, bom dia!

Como vão vocês?

Quando saiu o filme A culpa é das estrelas, eu assisti ao filme duas vezes na mesma semana. Na minha cidade, fui á estréia. E no sábado, sai com o meu namorado... Então já sabem, né?
Ainda estou devendo uma resenha completa sobre o filme para vocês, mas prometo fazê-la.

Uma das coisas que eu mais amei no filme foi a trilha sonora. Super simples, romântica, de alguns cantores que eu ainda não conhecia... Me lembrou a trilha sonora de As vantagens de ser invisível.

Se vocês ainda não conhecem a trilha sonora, vejam só:


 All of the stars - Ed Sheeran.


What you wanted - One Republic.


Let me in - Grouplove.


Birdy - Not About Angels.


Boom Clap - Charli XCX


All I want - Kodaline.


Strange things will happen - The Radio Dept.


Long Way Down - Tom Odell.


Wait - M83


Simple as thing - Jake Bugg.


While I'm Alive - STRFKR


Without Words - Ray Lamontagne.


Tongue Tied - Group Love.


Afashi och Filthy - Bomfalleralla.





Gente, eu amei a trilha sonora! Já baixei todas as músicas para o meu celular, rs.
Espero que vocês tenham gostado!

Beijos, voltem sempre!